domingo, 5 de dezembro de 2010

A Crítica

Fonte dessa imagem: http://tinycartridge.com/post/199363912/naut-thing-out-of-the-ordinary-by-theodore

É complicado fazer críticas, admito.
Na maioria das vezes, tu com uma crítica, mesmo sendo fundamentada, tu bate direto no ego da pessoa e o ego da pessoa não costuma ser razoável com crítica.
Mas a crítica tem uma outra coisa a ser considerada: se você não a faz, como tu pode aprimorar a mesma?
Criticar algo, uma fanfic, um desenho, uma música que seja, demanda de você e apenas você pode fazer o aprimoramento da mesma.
Olhando por esse lado, fazer uma crítica é como desenhar ou escrever um texto, precisa prática e um certo feeling para saber o que fazer ou não fazer.

2 comentários:

*~Soul~* disse...

Assim, as pessoas se deixam levar muito pelo seu ego. Devemos aprender que sempre vão ter pessoas que vão falar bem ou mal de nós. Mas o principal é quando existe uma crítica.
A crítica, por si só, tem que ser embasada por argumentos. A partir daí você tem que convencer o próximo e também explicar a sua visão.
Comigo pelo menos, eu entendo as críticas, tanto positivas quanto negativas, e tento aprimorar o que eu sei ou não (se não sei, procuro até aprender).
Portanto, pra mim o problema nem é o ego das pessoas. É o simples fato delas não gostarem de estar erradas, e isso é "criado" pela forma que as pessoas são ensinadas hoje - você é o certo e os outros errados...
Mas é assim.
Abraços :D!

The Fool disse...

Mas um artista MESMO tenta aprimorar tua arte, mas conheço meia dúzia aí que desmonta quando vem uma crítica.
O Crítico, nesse sentido, também tem que tomar cuidado pra analisar a obra do sujeito, não o artista em si.
E a crítica só se aprimora, pelo menos a meu ver, se o crítico se aprimorar também.
Enfim, estão interligadas.
Até Soul, valeu!