terça-feira, 16 de outubro de 2007

Improviso x Roteiro


É um problema, na verdade.
Quando eu jogava RPG em mesa, sempre fazia tudo de improviso. Sério, nunca fui de sentar, escrever história e pronto, ir jogar.
Normalmente, eu só tinha em mente algumas idéias gerais, normalmente voltadas aquele clichê dos heróis sairem lá fora pra ir salvar o mundo.
A diferença é que enquanto eles saiam lá fora pra salvar o mundo passavam mil coisas, nem sempre lógicas é verdade, mas passavam, conheciam outros personagens e não raro, até terminar a campanha, ficava aquela trupe de personagem + npc indo ver o vilão final.
Improviso. Eu deixava alguns ganchos pra trás, pro caso de precisar ( felizmente nunca precisei ).
Roteiro é o contrário, você escreve a história, cria os npcs, sabe o caminho que os personagens tem que passar.
Calculado. Em alguns casos, se os personagens fizerem algo fora do esperado, você tem uma ou duas histórias extras ( roteirizadas tb. ) para manter os personagens fazendo o esperado.
Ambos os estilos tem suas vantagens e problemas:

Improviso: Não exige preparação anterior. Simplesmente sente na mesa, cheque os personagens dos jogadores e se for o caso, peça para que eles façam alguma coisa. Quando a idéia vier, jogue-a na aventura e siga. Improvisando tudo. Algumas idéias simples casam muito bem com o RPG de improviso, e mesmo algumas mais complexas. Permite uma liberdade muito grande para os jogadores, e se o narrador tiver idéias, podem ir longe! Problema com o improviso é: os personagens envolvidos, necessariamente tem que ter idéia de onde estão pisando, estar familiarizados com as coisas do RPG e principalmente, com si mesmos. Ou seja, fazer improviso com quem não sabe direito sobre rpg pode ser ruim. Na minha opinião, um improviso rola melhor com quem já está acostumado.

Roteiro: Pede preparo, algum conhecimento de escrita para fazer um roteiro que envolva quem jogue, e não-raro, se alguma coisa escapar do script, pede jogo de cintura ou um outro roteiro pronto para essa intercorrência. Aspecto positivo do roteiro é que ele pode abrigar personagens de qualquer tipo, mesmo quem nunca jogou RPG, se o roteiro for bem amarrado, encanta, e pode muito bem estimular a pessoa a desenvolver seu personagem. Contudo, pede reciclagem de temas e abordagens e mistura com improviso, pois caso contrário, os jogadores tendem a se sentir como manipulados.

Gostaram do efeito de bloco de texto do Blogger? Legal, não?

Enfim, eu prefiro improviso mesmo. Se bem que as vezes que fiz as coisas com roteiro, me saí bem. Mas seria ideal tentar uma mistura de improviso com roteiro para dar mais robustez aos jogos em si, pelo menos em minha opinião.

É isso. =)

3 comentários:

Kajiya disse...

Prefiro um híbrido: Ter um certo esboço do roteiro da aventura com alguns ganchos pra colocar eventuais fujões de volta pra ela, mas no geral improvisar as situações e eventos dentro desse roteiro.

o/

Fabiano Alves disse...

Um híbrido me parece uma solução viável. Deveria ser considerado por quem mestra. =)

Blooded Machine disse...

Um outro problema do RPG de improviso (parece que estou falando de "repentista"...) é a falta de nexo que vai começar a surgir no jogo.

Por exemplo: Um grupo chega numa caverna, acha um baú que tem uma poção e pegam o frasco.

2 horas de jogo depois, vocês chegam no mesmo local, mas não tem nenhum baú, ou pior, tem um baú, mas a poção ainda está lá.

O problema de ficar improvisando muito é que, a menos que você faça muitas anotações, uma hora vai acontecer de reinos que nunca tem fim, e que são imutáveis (o mesmo soldado na porta sempre fechada), poções que nunca tem fim, inimigos que voltam.

Lógico que um monstrão muito forte vocês não esquecem, mas pequenos detalhes, aos poucos podem deixar o jogo enjoativo...

Como opinião e experiência pessoal, eu prefiro escrever a história, com todos os detalhes possíveis, com os lugares principais, personagens e inimigos com seus devidos atributos, características.

Porém, o improviso nunca deve ser deixado de lado principalmente quando os jogadores destrõem um continente inteiro, e você precisa jogar sua aventura pela janela

.o/