quarta-feira, 24 de outubro de 2007

PCC, Crime e os Excluídos

Notícia original aqui: http://txt.jt.com.br/editorias/2007/10/24/ger-1.94.4.20071024.6.1.xml

Em linhas gerais, o famigerado PCC, aquele dos atentados que botaram os paulistanos pra correr há dois anos atrás, continuam aprontando.
É bom saber, o PCC só ganhou a força que tem no estado de SP, por causa de um pensamento burro, e largamente divulgado entre o povo de que "Lugar de bandido é na cadeia."
Fizeram-se cadeias. Muitas cadeias, cadeia pra caramba pra abrigar os criminosos e fazer o mote valer.
Contudo, não foi feita uma legislação carcerária, leis mais coerente e tampouco se procurou gente que prestasse para valer o ofício de carcereiro.
Deu no que deu: o PCC, se alimentado da população carcerária, tornou-se a organização criminosa mais poderosa que jamais houve no estado de SP.
Por falha do Estado. Esse mesmo estado que não tem rosto pra gente não quebrar uns dentes dele numa porrada, esse mesmo estado que diz que "cuida de gente", esse mesmo estado que permite esse descalabro e nada faz.
Que vê que algo ( o sistema carcerário, leia-se. ) precisa urgentemente ser modificado, para deixar de servir de alimento, matéria-prima para o crime.
Mas por alguma razão obscura, não o faz.
Marcola e Cézinha são espertos. Eles jogam em cima da própria ignorância das pessoas e se fortalecem dia-a-dia com isso porque eles sabem, ah, se sabem, Que a cabeça das pessoas demora ( e como demora ) pra mudar! Mesmo com problemas gritando na orelha delas todo santo dia!
Existe crime perfeito? Cartas para Marcola, ele sabe.
E agora, a nova é pegar a população de rua. Gente sem rumo, sem destino, sem nada.
Inclusive sem nada a perder. Então, porque não se aliar ao crime e se vingar do Estado que excluíu a pessoa?
Piada. Uma organização criminosa pode aliciar ( forçar alguém a tomar parte de algo ) um mendingo e fazer dele um soldado do crime, mas o Estado não pode, ou melhor, não quer pensar nesses mesmos excluídos.
Quem é melhor? Quem é pior? O PCC continua em vento em popa porque o Estado é ineficiente em combatê-lo ou o Estado é ineficiente em combater o PCC porque o mesmo vai de vento em popa?
Dúvidas, dúvidas.
Ah, sim! Ano que vem tem eleição.
Qual será o novo programa de governo dos políticos aí com respeito à comunidade carcerária, que ainda está sem regras claras e agora, com respeito aos menos afortunados?
Sei lá, eu não voto mesmo.

Edit depois de responder um comentário: Sabe o que o Estado de SP falou pro Estado do RJ?
Falou: "Eu sou você amanhã!"

2 comentários:

Kajiya disse...

Sinceramente... Nada vai mudar. Estamos condenados. Tanto quanto os próprios criminosos nas cadeias.

o/

Fabiano Alves disse...

O tal "Estado" é uma piada de mau-gosto.
Criminosos, mendigos e excluídos em geral são a força motriz que faz o PCC ser o que é.
Mas quem se importa, não é mesmo?
Olha, temos a Daslu ali do lado do Rio Pinheiros, o Cirque Du Soleil veio fazer show aqui graças ao Bradesco ( Alegria! ) Belo nome!
Alegria pra quem?
Alegria a custo do quê?
Vamos Kajiya, Go,go, nos mandar daqui! Vai pro Japão você e eu me mando pra Angola, é melhor um país detonado por um guerra e com um monte de gente pobre e fudida do que essa merda chamada Brasil, São Paulo com esse entojo todo!
E olha que eu nem entrei no mérito do Rio, hein?